Resumindo

1) Estar sempre atento ao marcador de temperatura do painel (parece óbvio mas muitos não sabem que existe);
2) Verificar uma vez por semana o nível do líquido no reservatório de expansão sempre com o motor frio;
Obs: Atenção, caso necessite sempre completar o líquido, pode existir algum vazamento no sistema.
3) Apesar da gentileza do frentista não deixe-o abrir o reservatório ou radiador com o motor quente e nem completar com água fria toda vez que for abastecer. Além de riscos de queimadura, pode danificar o sistema.
4) Trocar o líquido de arrefecimento a cada 30.000 Km. Assim como o óleo do motor o líquido perde suas características com o tempo e uso. É necessário a troca pois assim o motor vai economizar combustível, atingir potência máxima, emitir menos poluentes e reduzir o atrito e desgastes prematuros.
5) Verificar os componentes do sistema quando da troca do líquido realizar a manutenção preventiva do sistema, verificar em que condições estão os componentes, caso estejam com mau funcionamento providencie a troca, estudos provam que a manutenção preventiva reduz drasticamente as despesas com um veículo.
6) O sistema de arrefecimento é complexo, envolve muitos componentes e para uma boa manutenção exige um trabalho de profissionais capacitados. Portanto procure sempre uma oficina de sua confiança e caso necessite de orientações favor entrar em contato com:
MTE-THONSON Ind.Com.Ltda
Av. Moinho Fabrini, 1067
São Bernardo do Campo – SP
09862-900
Fone: (11) 4343-4877
Fax: (11) 4343-7566
SAC: 0800-7047277
EMAIL: mte@mte-thomson.com.br


Fonte:

MTE-THOMSON

Voltar
Quem Somos | Publicidade | Contato | Suporte Técnico | Cadastre sua oficina | Área do Profissional
Oficina e Cia | 2001 - 2021 © Todos os direitos reservados. | SAC: 0800 015 4321